Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



 
DOCE REMANSO

Dou-te, inteiro, o coração,
Dele não preciso, não,
Recebe-o agradecido,
Ri e canta ao meu ouvido.

Doce amor que eu cultivo,
Dá-me força, nele vivo,
Raio de luz, ilumina,
Rosa em flor, linda, fascina.

Demora ainda, me abraça apenas,
Diz, ah, diz meu nome - Helena...
Remanso que, a mim, me renova,
Rico amor, eu tenho a prova.

Depois do amor consumado,
Desejo-te aqui, a meu lado,
Revelo sem mais a verdade:
Reino da felicidade.


 
(Poerima é um experimental de Fernanda Xerez)
https://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/4658087
                   
HLuna
Enviado por HLuna em 10/02/2020
Reeditado em 10/02/2020
Código do texto: T6862588
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
10379 textos (249317 leituras)
15 e-livros (992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 19:42)
HLuna