Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Às 02 da manhã

E final de noite, quando um peso de tudo cai sobre mim, e onde eu choro sozinho, onde eu tento me acolher, onde eu posso ser eu mesmo.
Mais ser eu mesmo e algo que me dói muito, ser alguém de verdade, sem personagens, sem contradições e sem meio para sair.
Ser livre? Como ser livre para ser eu mesmo, se eu mesmo não me liberto... Eu me fecho, pois eu sei o quanto dói se abrir, eu me escondo de mim mesmo, me deixo em um vão... Eu tento salvar todo mundo, mais eu não posso.
Não sou um príncipe, corajoso, belo, privilegiado de bens, não tenho um cavalo branco...
Tenho junto comigo um coração conflituoso, uma mente bagunçada, sou um louco que esconde tudo com um sorriso belo no rosto.
VICTOR EMMANUEL OLIVEIRA
Enviado por VICTOR EMMANUEL OLIVEIRA em 13/05/2020
Reeditado em 13/05/2020
Código do texto: T6945690
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
VICTOR EMMANUEL OLIVEIRA
São Luiz do Norte - Goiás - Brasil, 16 anos
12 textos (385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/20 08:46)
VICTOR EMMANUEL OLIVEIRA