Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espécime Indecifrável

- onde estão as minhas galinhas. Não ouço sinal de vida vindo delas. Não acredito que as gulosas raposas passaram no papo todas elas! São velhas demais para ainda caírem na lábia de qualquer bicho. - falando no idioma dos galináceos, apressou-se em saber o senhor Galo.
- em cima do poleiro. - respondeu a dona Coruja. E enfiou o bico debaixo da asa direita.
      E todas as 102 cabeças de galinha, algumas amamentado, desceram, ou caíram do galho. Nunca combinaram, amaram de paixão a Coruja, pois acham ela um tanto quanto bisbilhoteira; faladeira pelos cotovelos; linguaruda ao extremo. Aliás, as muitas espécies de animais desocupados daquele condado, por isto tem tempo de sobra para reparar a vida alheia, batem com a língua nos dentes, afirmando que à muito tempo passado, nascera uma cria que não era de uma espécie ou de outra; como também não parece ser da linhagem das raposas penosas. Em off,  os bisbilhoteiros da vida alheia rosnam que aquele troço, de tão feio, é o resto de tsunami. Uma pena o infeliz não ter serventia para nada!
      Peritos geneticistas de aves e pássaros foram contratados para estudar o caso, mas nenhum deles conseguiram chegar à um termo satisfatório e comum.


Bafo do Dragão

       O fumace nevoento subia acompanhando as morrarias e o cenário das colinas transformara-se em um mar de ondas nas alturas. Por alí habitava o perigoso e indesejado Dragão Gloin; criatura que pretende à todo custo governar o reino.


Felicidade do Jeca

                  Moravam no grotão providos de alimento e água em abundância, mas nunca souberam o caminho da cidade; porém naquele dia arriscaram sair da toca. Com suas calças boca meia-canela e levando nas mãos os sapatos couro de cobra, saíram ainda bem cedo, pois assistiriam a missa do santo padre na igreja matriz prevista para às 7h da manhã.
          De lá seguiriam para o Colégio Eleitoral ouvir a sineta da democracia regida pela urna eletrônica. Assim fizeram. E os Jecas estavam  jubilosos, pois era 7 de outubro de 2018, dia das eleições para os novos representantes de seu país. Nunca se sentiram tão valorizados.
       Voltando para casa, um deles lascou um pedaço de fumo, puxou o chapéu de lado e discursou para todos que estavam no caminhão pau de arara, que por ele, todo dia deveria ser festivo como a civilidade civíca que presenciara.
      Perguntado sobre o que significava a expressao  civilidade cívica, disse que também não sabia o que era, mas ouvira-a bastante na boca do povo no Colégio. E confirmou sua convicção, dizendo que a voz do povo é a voz de Deus; mais um motivo para ele estar ao lado da maioria.

1 Projeto Ousado
             "Um dia qualquer, ou melhor: uma noite qualquer,  daquelas de trevas e terror, deixaremos de meias palavras, de muito mimimi, daremos um basta na demodiplomacia e destruíremos, impiedosamente o planeta; botando abaixo a podre, a suja e hipócrita hierarquia humana. Se os humanos não são, nós somos sócios uma da outra, operamos em comum acordo socialmente; portanto somos, deveras sociedade.
          Depurar o Planeta, que não suporta mais tanta podridão, é preciso; teorizar, pesquisar, esclarecer e nada fazer, não e preciso.
                    O Brasil servirá de prototipo, servirá de cobaia para a implantação do projeto mundial."

Assina este manifesto: Mutável Gambiarreiro, coordenador e Líder cabeçudo das tesouras cortantes, do unificado e ecumênico formigueiro mundial.
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 23/10/2018
Reeditado em 09/11/2018
Código do texto: T6483809
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2362 textos (54872 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 03:47)
Mutável Gambiarreiro