Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vaso velho




Sorte dos vasos velhos curtidos ao sol pois destes é a sabedoria de não se deixar infiltrar pelas gotas das chuvas ou pelos respingos do rio em seus corpos quando deles era o dever apenas de reservar a água que brotara em outro lugar.

Quem me dera não ser um vaso novo que toma para si e incorpora cada pouco que é de outro e que além de mal guardar em seu interior o que não é seu, ainda deixa entranhar em seus poros algo distinto de seu próprio significado e que no entanto também o constituiu.

Cris Vilanova
Enviado por Cris Vilanova em 02/07/2008
Código do texto: T1060919

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cris Vilanova
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
57 textos (4303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 06:34)
Cris Vilanova