Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADES DOS AMORES QUE FORAM OU QUE FICARAM!


QUE SAUDADE INDEFINIDA DOS AMORES QUE SE FORAM OU QUE FICARAM!

ILÓGICO SENTIMENTO!

QUEM FOI DEIXOU LEMBRANÇAS, MAS PELO MENOS SE FOI!

DIFÍCIL É CONTER OS AMORES QUE FICARAM, POIS MUITOS DELES NADA DEIXAM PARA ABRIR OS OLHOS NO DESPERTAR DA VIDA!

©Balsa Melo
02.07.2005
Cabedelo - Paraíba

 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 31/08/2007
Código do texto: T631888
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87936 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 08:46)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)