Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Aperfeiçoando a língua!"


Na língua portuguesa, existem diversas palavras usadas habitualmente pelos falantes de forma oral que geram dúvidas na sua forma escrita. Embora o significado dessas palavras não seja difícil, a sua ortografia é feita muitas vezes de forma errada. Algumas palavras são, assim, frequentemente escritas com erros ortográficos.

Palavras com X e CH
Confundir palavras com x e palavras com ch é muito comum porque o x pode assumir o valor de ch quando aparece no princípio ou no meio da palavra.

Exemplos de palavras com x ou ch:

enxergar (e não enchergar);
mexer (e não mecher);
xícara (e não chícara);
xingar (e não chingar);
caprichar (e não caprixar);
chilique (e não xilique);
chuchu (e não xuxu);
deboche (e não deboxe);
piche (e não pixe).
Veja também: Palavras com x e Palavras com ch

Palavras com G e J
A troca entre g e j é um erro muito comum, devendo-se ao fato das consoantes g e j representarem o mesmo fonema quando formam sílaba com a vogal i e com a vogal e: ge/je ou gi/ji.

Exemplos de palavras com g ou j:

jeito (e não geito);
jiboia (e não giboia);
majestoso (e não magestoso);
sujeito (e não sugeito);
bege (e não beje);
corrigir (e não corrijir);
dirigir (e não dirijir);
exigir (e não exijir);
tigela (e não tijela);
passagem (e não passajem);
Palavras com S e Z
O erro nas palavras com s e nas palavras com z ocorre porque a consoante s assume a pronúncia z quando aparece no meio das palavras em posição intervocálica, ou seja, entre duas vogais.

Exemplos de palavras com s ou z:

desenho (e não dezenho);
pesquisa (e não pesquiza);
quiseram (e não quizeram);
traseira (e não trazeira);
atrasado (e não atrazado);
colisão (e não colizão);
lasanha (e não lazanha);
quase (e não quaze);
riqueza (e não riquesa);
tranquilizar (e não tranquilisar).
Veja também: Palavras com s e Palavras com z

Palavras com S, C, Ç e SS
Palavras com s, palavras com c, palavras com ç e palavras com ss geram confusão, uma vez que o som s, embora representado principalmente pela letra s, pode ser também representado por outras letras, como c (cedo), ç (almoço) e ss (missa).

Exemplos com S e Ç (principalmente nas terminações -ensão e -enção):

suspensão (e não suspenção);
compreensão (e não compreenção);
pretensão (e não pretenção);
expansão (e não expanção);
apreensão (e não apreenção);
detenção (e não detensão);
assunção (e não assunsão);
contorção (e não contorsão);
distorção (e não distorsão).
Exemplos com S e C:

consenso (e não concenso);
ansioso (e não ancioso);
obsessão (e não obcessão);
subsídio (e não subcídio);
pretensioso (e não pretencioso);
consistente (e não concistente);
suspense (e não suspence).
Exemplos com Ç ou C e SS:

execução (e não execussão);
maciço (e não massiço);
concessão (e não conceção);
necessidade (e não nececidade);
vicissitude (e não vicicitude);
permissão (e não permição);
discussão (e não discução).
Maria Augusta da Silva Caliari
Enviado por Maria Augusta da Silva Caliari em 30/01/2018
Código do texto: T6240515
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Augusta da Silva Caliari
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil
9768 textos (163148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/05/18 13:11)
Maria Augusta da Silva Caliari