Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há “Gilmares” que não vêm a bem (circunflexo)


Nessa expressão do título note-se a permanência do acento circunflexo, o qual não “caiu de uso” quando o verbo é conjugado na terceira pessoa do plural – pois muitos confundem e acham que se deve aplicar a mesma regra do verbo “VER” (eles “veem”; ANTIGAMENTE: “vêem”).
 
É simples de memorizar a diferença. Basta que nós brasileiros tenhamos em mente que a bronca dos portugueses (causando a saída do famoso chapeuzinho das vogais) sempre esteve voltada (essa bronca) contra usar o circunflexo em vogais dobradas. Por isso, é apenas em “VEEM” (do verbo “VER”, 3.ª pessoa do plural) que foi abolido o “chapeuzinho” do mesmo modo que no substantivo “VOO” (o antigo “vôo”). Agora, basta você associar na memória: “se a vogal é dobrada, eu não ponho a acentuação gráfica (voo, veem)”. Isso não inclui “VÊM” na terceira pessoa do plural, pois aí temos o verbo “VIR” (o antônimo de “ir”).

::::::::::::::::::::::::::::::::
Portanto, está correto o título. “Há Gilmares que não vêm a bem, principalmente se forem do STF”.

Confira com a professorinha:

https://duvidas.dicio.com.br/vem-ou-vem/

Nota de embaralhamento ---------- Aliás, no português de Portugal, iremos notar que o chapeuzinho é oprimido (sofre opressão) em favor do acento agudo. Veja isso aqui:

ASPAS//

Surgem assim as duplas grafias em certas palavras nas vogais tónicas e e o que soam abertas em Portugal e nos países africanos, recebendo, por isso, acento agudo, mas que são de timbre fechado em grande parte do Brasil, grafando-se por conseguinte com acento circunflexo:

académico e acadêmico, cómodo e cômodo, efémero e efêmero, fenómeno e fenômeno, ónus e ônus, pónei e pônei, Vénus e Vênus, matiné e matinê, judo e judô, etc. Os casos de dupla acentuação gráfica abrangem aproximadamente 1,27% do vocabulário geral da língua.

\\FECHA ASPAS
Este último esclarecimento foi extraído de: https://portuguese.stackexchange.com/questions/569/porque-%C3%A9-que-em-portugal-se-escreve-g%C3%A9nero-e-no-brasil-g%C3%AAnero
Do site: https://portuguese.stackexchange.com

::::::::::::::::::::::::::::
Na dúvida, fique com o Tex e com a professorinha acima mencionada.













Tex Rocketann
Enviado por Tex Rocketann em 09/02/2020
Código do texto: T6861930
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (atribuir a autoria ao Tex). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Tex Rocketann
Recife - Pernambuco - Brasil, 60 anos
661 textos (13356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/02/20 22:24)
Tex Rocketann