Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SETE HAICAIS NOTURNO-LUNARES

A lua contempla
o poeta. E se derrama
em suave paixão.

Ladridos na noite:
meu coração alcatéia
uiva de amor.

Beijos de luar,
clarões abertos na noite
sempre a iluminar...

Maria Fumaça:
resfolega o coração,
luar me abraça.

Sonata de amor:
límpida voz de sereia
dourando o luar.

A lua na taça
inebria o coração:
bebo a madrugada.

Lua, lua, lua,
brilha, brilha, brilha, brilha,
nua, nua, nua.
José de Castro
Enviado por José de Castro em 13/11/2007
Código do texto: T735908

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 69 anos
2311 textos (691184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 02:52)
José de Castro