Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUPLIX e POETRIX QUE HOMENAGEIA VÁRIOS POETAS DO RECANTO

Com carinho e admiração por todos,
Beijos.
Kathleen ML
------------------------------------------------------

"A infãncia mudou...
Crianças de hoje trabalham nas ruas
No piscar abre-fecha dos semáforos."

(para PAISAGEM MORTA , de ALDO GUERRA)

------------------------------------------------------
"Boneca aviltada
Sentiu-se a menina
Tratada como libertina."

(para BONECA QUEBRADA, de LINA)
--------------------------------------------------------
"Devassa poesia
A que passa
E nos trespassa de agonia"

(para DEVASSA, de Fernando Tanajura)
--------------------------------------------------------
"Depois do depois
É que chega a melhor hora:
O repouso para o "queromais"!"

(para DEPOIS , de ANDRÉ ÍCARUS)
-------------------------------------------------------
"Tudo passa
Mas deixa um rastro...
Fagulhas de poeira no Espaço."

(para TUDO PASSA, de STELLAMARIS)
--------------------------------------------------------
"Pirado, irado e chorante
Vê-se o pierrô que ora anda errante,
Saudoso de carnavais com colombinas!"

(para PIRADO, IRADO, CHORADO, de JOTABE)

--------------------------------------------------------
"Se há a tristeza do desencontro,
Há a beleza e a alegria do encontro
Quando já nada mais se esperava."

(para SENTIR-SE SÓ, de André Ícarus)
-------------------------------------------------------
"Fingi não sofrer
Perante teus olhos lacrimosos...
Fingiste lágrimas para me comover?"

(para TEU SOFRER, de ROQUE Weschenfelder)
--------------------------------------------------------
"Senso e bom senso,
Embora nem sempre sejam consenso,
São de lei para haver entendimento!

(para "A VINGANÇA DA MEMÓRIA", de RICARDO SÉRGIO)
-----------------------------------------------------------
" Sou igual aos demais
Em desejos e sonhos...
Celícolas que descemos à Terra"

(para CELLYCOLA, de HEIDE G. B. CELLY)
-----------------------------------------------------------
"O olhar que me desnuda,
Apetece e convence,
Me torna tua fêmea permanente!"

(para PENETRANTE, de MARIA THEREZA NEVES)
------------------------------------------------------------
"Tempos e tempos..
Estadas e estradas..
É a vida correndo forte!"

(para EDVALDO ROSA, em TEMPOS E TEMPOS)
-----------------------------------------------------------
Entre o tempo e o mar há uma ponte.
Há o ponto em que estamos
E o mistério que nem supomos."

(para HORIZONTE, de DIANA GONÇALVES)

----------------------------------------------------------
"Ardilosa e dissimulada,
Misto de sonsa e safada,
Fingiu-se de tonta além da conta.

(para DISSIMULADA, de RAUL POUGH)
-----------------------------------------------------------

"Indigesto prato
De verdades cruas...
Remédio amargo com que me curas."

(para VINGANÇA, de PAOLA CAUMO)
------------------------------------------------------------
"Quando não há diálogo
Os olhos falam
O que as almas gritam."

(para DIÁLOGOS, de SONIAR)

-----------------------------------------------------------
"Deixa-me em brasas
e ganho asas,
num vôo erótico, sobre as casas."

(para TEU OLHAR ME DEVORA, de VINCENT BENEDICTO)

-----------------------------------------------------------
"Plantam-se ruins conseqüências
No afã de se querer aplacar
Tantas e tantas carências."

(para ARREPENDIMENTO , de JÚLIO ALVES FILHO)
-----------------------------------------------------------
Na sombra do teu olhar
Antevi meu desespero...
Sinais de desamar e destempero."

(para SOMBRIO OLHAR, de JULI )
------------------------------------------------------
"Roubarei, sem culpa nem nada,
Qual musa de um querubim,
Teu amor só para mim"

(para SEM AVISAR, de JR)
----------------------------------------------------
"Cantar, cantar e cantar
Foram atos à toa...
Canoas a naufragar."

( para CANTAR À TOA, de NVELASCO)
-------------------------------------------------------
"Há um pouquinho de mentira
Em toda verdade que aponto,
Dourando a pílula do tratamento".

(para HOMEOPÁTICA, de LILIAN MAIAL)
---------------------------------------------------------
"Grande girassol!
Tu amarelas de luz
Minha alma-casa sem sol"

(para CORES FORTES, de Sonia R)
--------------------------------------------------------
"No ar desmancharam-se
As bolhas de sabão
Dos sonhos coloridos do poeta"

(para SONHOS PERDIDOS, de ASSÍRIUS)

------------------------------------------------------

"Nos labirintos
De corpos febris e ansiosos
Debatem-se os instintos"

(para LABIRINTHUS, de ANDRÉ ÍCARUS)
---------------------------------------------------------
"Entre beijos e flores
Um perfume de amores
Coroa os albores"

(para ENTRE BEIJOS E FLORES, de STELLAMARIS)
-----------------------------------------------------------
"Muitos na batalha,
Poucos vencedores, muitos vencidos...
Os que restaram ainda aguardam um milagre"

(para UM SHOW NA MINHA VIDA, de CRISTINA NUNES)
--------------------------------------------------------

Qualquer hora envio outros.
Kathleen ML

Publicado no Recanto das Letras em 18/03/2006
Publicado em www.sacpaixao.net em 18/03/2006
Direitos autorais reservados á autora! 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 18/03/2006
Reeditado em 27/03/2006
Código do texto: T125054
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
1822 textos (191519 leituras)
23 áudios (10882 audições)
40 e-livros (11050 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/04/21 02:28)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor