Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SIM...PARA NÓS AS ROSAS FALAM...

 Nesta nossa fantasia, somos um só...um universo  comum.
 E como numa alquimia, na magia dos versos,imobilizamos a consciência, para  o amparo recíproco de nossas almas.
 Levados pela poesia, único instrumento que nos permite dissipar nossas emoções, nos encontramos a cada momento, condensamos o universo, alçamos um vôo mútuo... nos olhamos, nos tocamos e nos amamos.
 Vencemos o tempo e a distância.
 Dividimos a vida nas letras e nas rimas, e sob várias “métricas adversas”,as mesmas de Machado de Assis, enlouquecemos na força do amor que nos envolve...e nos devolve!
 Somos a poesia eterna , que pulsa desde as esquinas da felicidade até aos ângulos obtusos do sofrimento.
 Escutamos as vozes das flores, enxugamos as lágrimas do tempo, acendemos as estrelas na noite...
 Somos...somos ..somos.
 Conjugamos a vida no plural desta nossa primeira pessoa, onde a solidão se aniquila por não suportar a força da beleza deste  eterno “nós”, que nos acelera o pensamento , aviva a lembrança, aguça a vontade,embaraça o discernimento e concretiza a poesia.
 Imortalizamo-nos nas metáforas dos versos... e dos reversos!
 Sim...as rosas falam!! Não estão ouvindo?
 Somos insanos, irracionais...amorais!.
 Não temos pesos e nem medidas.
 Fingimos, mentimos e consentimos.
 Gritamos e calamos.Mas nunca desistimos.
 Tudo nos pertence, embora não sejamos donos de nada.Tampouco nos pertencemos.
  Na insanidade do nosso desejo incontido, na precisão do sorriso dividido...apenas somos!
  Somos o “aqui e o agora” na eternidade dos segundos.
  Imobilizamos o tempo, nos flashes das rimas improvisadas...
  E assim, somos o universo do infinito, que começa e termina em cada um de nós.
  Somos o segredo do silêncio, que só nós guardamos ...e então...versejamos!
  Somos...um eterno nós......nunca cansamos...somos... eu e você!
  Somos dois a singrar e a nos buscar neste mar de indiferença.
  Juntos, tudo queremos...sozinhos nada podemos...
  Quem somos?
  Apenas sei que somos poetas!
  Somos o cúmulo do absurdo...um amor contido e absoluto...
  Que transborda pelo mundo...



             SP,23/02/2006
MAVI
Enviado por MAVI em 03/03/2007
Reeditado em 04/03/2007
Código do texto: T399782


Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
5762 textos (394793 leituras)
1035 áudios (89520 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 17:59)
MAVI