Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A você que decide por amar

Não desistir de amar...
Eu não ousaria dizer que compreendo as relações humanas
Ainda que eu me debruçasse em pilhas de livros e me vagasse nas teorias comportamentais
Em autores que tentam explicar o emotivo, a projeção de  vontades , de defeitos,  da busca do  outro por aquilo que nosso ser carece.
Há pessoas que estão próximas e se comportam como muito distantes uma das outras
E inegável também não se admitir que há pessoas tão longe geograficamente ou mesmo as que partiram para outra vida e continuam a viver ao nosso lado como se nunca tivessem se ausentado de nossa presença.
Como é misterioso este sentimento que chamamos amor
Tentar compreendê-lo fora a luz da esperança, da paciência, das atitudes, das obras, do encantamento, da angustia, nunca será uma tarefa fácil.
Assim muitos desistem ainda no começo da caminhada e deixam de acreditar no amor passando a viver como escravos da paixão.
 Pessoas que se encontram fisicamente, que nem sabem se hão de se encontrar conseguem nutrir este amor que escapam aos ditames da razão
Este amor vivido como um paradigma, como astro gigante que nos faz orbitar ao seu redor, porque nos encanta, nos torna estável neste universo em que os corpos não cessam de chocar-se.
Sabe que é maravilhoso saber que quando você chegou meu coração estava com a porta aberta, ao entrar, com sua beleza encantadora, com sua simplicidade, com tua sinceridade  fizeste nele morada.
E é impressionante como ages, ele continua com a porta aberta e muitos vieram te visitar, alguns até conseguiram ver tamanho encanto,  porque muito do que sou e tenho no meu coração pertence a você.
Eu nunca te pedi isto, com tanta força, fica no meu coração,  continue a brilhar no meu universo, porque mesmo que chamem isto de loucura, o teu brilho hei contemplar por uma, duas ou  sei  lá quantas vidas.
Sei que muitas das estrelas, cujos brilho contemplo no céu, nem mais existem, mas enfeitam as mais belas noites e já alimentaram juras de amor.
Deus me escuta, então neste dia,  vou pedir a Ele para que teu brilho, teu calor, teu amor se expanda e atinja muitos seres que incapazes de acreditar  em si e nos outros consigam amar, conseguir olhar para o espelho e ver o outro.
Dedico este poema a todos aquele que não deixam de acreditar no amor e a em especial a uma pessoa  Especial Linda Inspiradora Amável Natural Esperta.
FareloJr
Enviado por FareloJr em 29/11/2013
Código do texto: T4591926
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("de farelojr o poeta que nao quer ser compreendido"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FareloJr
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 48 anos
107 textos (12199 leituras)
6 áudios (877 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/07/19 16:16)
FareloJr