Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Homenagem ao Compositor Catulo, ao povo Tapuia e o Povo Maravilhoso do Ceará que é de hoje...
ASSIM CANTARIA
CATULO DA PAIXÃO CEARENSE

 Sentindo o:   O LUAR DO SERTÃO....

https://www.youtube.com/watch?v=0ZIilZbPpdY
Sua música mais linda... Se hoje por aqui estivesse...
 
ASSIM CANTARIA CATULO:

Quando o sonho me encontra...
Encantando  a canção...
O verso nasce com a chuva,
Banhando  o coração...
Até sinto as cachoeiras
Que a secura faz brotar
Por um verde que inda nasce 
Com vontade de chorar ...


E, se choro por sentir
Chora inté  minha "caboca"
Vem da sombra do Ymbú...
Corre arteira e, cheia de graças
A desgarrar qu'é só  risos...
Diz... Canta meu Caba!
Aqui pra sua Cabinha
Sorri! Prendendo o sol que se derrete
No olhar que quer carinho...


Quer ver e, ouvir o qu'eu componho...
Essas bobagens que amo   
Ao pensar bem alto o meu 
Cariri...
Se acosta  no meu peito...
E, me chama à sombra do
Ambú...
Que é toda nossa por fé e, por direito...
E, Viva o meu Ceará na água quê, brota dos olhos...


Peara das Corujas
Nova Olinda - Ceará

* *
Caboca bunita
Catulo da Paixão Cearense
  
Quando tu passa nus mato, meu bem
Cantando pulos caminho
Vai seguindo atrás de ti, meu bem
Um bando di passarinho...

* *
Nota:
Quando no Brasil Colonial os portuguêses expulsaram os Holandeses também realizaram um extermínio do povo Tapuia que vivia em contato com este povo europeu. Os que sobreviveram das 3 Etnías principais, Tapuia, Xavante,Javaé
e outras ,  foram socorridos  nas missões Jesuitas  ou Beneditinas  espalhadas  pelo Nordeste entre as quais hoje são cidades  como esta  de Nova Olinda, no Ceará onde também habitam descendentes dos Tapuias.
Tapuia signinifa povo fugido da Taba ou aldeia.

*
Brasil - Associação Internacional de Poetas
Walter de Arruda
Enviado por Walter de Arruda em 06/12/2017
Reeditado em 10/12/2017
Código do texto: T6192004
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Walter de Arruda
Valinhos - São Paulo - Brasil
761 textos (52744 leituras)
1 áudios (229 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 03:57)
Walter de Arruda