Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite de Santo António*



Há aquele dia em que o Santo desce à rua
em que as comadres pegam nas quezílias
e as transformam em sardinhas e pão
em que as filhas das comadres se aperaltam
e põem o melhor vestido para a noite
que se avizinha longa e de bailarico

E eles juntam-se todos no café
falam da moça mais bonita do bairro
suspiram pelo seu colo
pela dança mais longa
um slow ou um ritmo mais sensual
ah não... aqui não há disso
e os tempos já não são esses
isso era dantes.

Mas sabe bem lembrar
quando os moços saiam pela janela
iam ter com elas que inventavam uma mentira
que diziam ir ter com a melhor amiga
só para dançar com eles no bailarico
da paróquia do bairro
mas claro que antes rezavam ao Santo António
e sonhavam com o dia do vestido branco
do sim no altar com o moço todo gingão
aquele que dançava com elas sem lhes pisar os pés
o que lhes dizia a palavra certa
e as punha a suspirar
o homem que ia defendê-las dos rufias do bairro rival...

Tanto sonho
tanta vida esquecida
mas ficou o vinho tinto
as sardinhas assadas
Lisboa a arder de desejo
e todos a subirmos lá para cima
até ao Castelo de São Jorge
até não restar mais nada para suar.

E quando lá chegávamos
sobrava amor para nos juntarmos
sobrava alegria para cantarmos
energia para dançarmos?
SEMPRE!


*de 12 para 13 de Junho em Portugal
Manuel Marques
Enviado por Manuel Marques em 30/08/2007
Reeditado em 30/08/2007
Código do texto: T631272

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manuel Marques
Espanha, 45 anos
548 textos (59035 leituras)
50 áudios (13973 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 18:02)
Manuel Marques