Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

És tu

Alma azul, de barrado de renda
assim és tu, fada branca de ruivas pinceladas.
Saltitas daqui e dali, em azáfama constante,
buscando dar de si mais que o impossível.
Teus pés desejam bailar, suaves, na poeira das estrelas.
Todavia percorrem, sangrando, caminhos sofridos
a sustentar os corações amados
que ainda não logram caminhar sozinhos.
Buscas, aflita, balsamizar dores e choros,
adiando o porvir risonho a que te destinas.
Quisera eu te compor a música música da vislumbrada liberdade.
Se me faltam notas e acordes, hoje,
a vida canta para ti, alva criatura
te embalando as manhãs, suavizando as tardes
acalentando as noites em que estás só.
Quisera eu secar as lágrimas que não derramas.
Mas sigo ao lado, minha mão ao teu alcance.
E sei que sabes
que ao menor sinal de brisa ou raio de sol,
dançaremos juntas.

PARA MINHA AMADA AMIGA-IRMÃ, E.
Germânia
Enviado por Germânia em 10/08/2018
Código do texto: T6414908
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Germânia
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 60 anos
20 textos (537 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/18 07:27)
Germânia