Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ygorismus

Exatamente como bicho, feito gente
Escurece e aconteces de repente
Como mariposa, cinza, negra ou rosa
Uma pincelada de luz no negror da noite
E de ti um sequito de frases, por fases
Dylan's, Sylvias ou Clarices em Pessoa
Um deambular, pelos versos e cantos
De encantos das crisalidas, lepidoperos
Te acantoam em Lispectaras, quimeras
Frestas, pois a luz do dia te encandeia
E só a vês, quando ela de ti se ausenta
não te fazes presente, nem testemunha
E assim percorres a luz, no sentido oposto
Dylanysmo de tudo o que é natural, e sendo
Comum, vulgar, monotona e presente
Que a luz não aconteça, para que te veja
Assim naturalmente, Pessoa que não sou!

Antonio Noronha-18
antonio noronha
Enviado por antonio noronha em 17/10/2019
Código do texto: T6771650
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
antonio noronha
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
77 textos (554 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 01:17)
antonio noronha