Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos mil leitores

Sou profundamente grato pelos vossos corações
Receptivos, apreciativos, comunicativos e outros qualificativos.
Somos uma legião, uma legião invencível
Que retrata uma história, porque não dizer "um progresso"?
Sabem por quê? Porque o poeta vê com o coração
Vingam suas tristezas no recorte de seus corações.
O poeta não quer ser curado de suas dores!
Sem elas o poeta torna-se acético, frio, morto.
Atos e fatos que fazem uma geração manifestar-se alvoroçada
Dão aos poetas o significado de sua existência
E, com um estilo que lhes são peculiar, pintam um quadro
Usando somente as palavras, pintam;
Ora, as sete maravilhas que o mundo jamais veria de outra forma
Ora, as derrubadas das muralhas que separam as classes
Ora, as conquistas de um homem ou de um exército
Ora, os sete pecados capitais
Ora, o sorriso singelo da criança que brinca no pátio
Ora, as dores dos desprovidos de paz e pão
Ora, uma igualdade que alimenta nossos sonhos
Ora, um calvário que nos aguarda no fim da jornada
Aos meus queridos visitantes, que comentam minhas prédicas
Ou àqueles que apenas apreciam, sem tecerem comentários
Minhas sinceras gratidões
Um ósculo em 3D nos vossos corações.
Ah!
Mário Natho
Enviado por Mário Natho em 16/10/2007
Reeditado em 28/10/2007
Código do texto: T696494
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Mário Natho
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
97 textos (42289 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/03/21 11:03)
Mário Natho