Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E SOB UM JOELHO BRANCO AGONIZA UM NEGRO!

Saiu de casa para cumprir seu dever
Uniforme impecável e as armas lá
Inserido em sua mente, servir e proteger.
O lema habitual só prá constar.

Saiu de casa para a namorada buscar
O calor estava forte entrou num restaurante
Disseram que com dinheiro falso ele foi pagar
Um sorvete, uma água ou um refrigerante?

O certo é que até de espirito estava desarmado,
Resistência não ofereceu, até os braços ergueu.
Foi dominado e por três subjugado e algemado
Depois de dez minutos ali mesmo faleceu.

Seria mais uma morte na rotina sagrada
Acaso não tivesse alguém ali flagrado
A covardia em azul estampada
Sob um joelho branco mais um negro agonizado.
Claudio Kosmo
Enviado por Claudio Kosmo em 12/06/2020
Código do texto: T6975288
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Claudio Kosmo
São Paulo - São Paulo - Brasil
37 textos (19677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 18:23)