Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Um céu para Erivas... 



Debruçada menina bela
No seu quartinho de quintal
A noitinha, na janela
A menininha cinderela
Olha pro espaço sideral!

Não vê mais estrelas em seu céu,
         presentes
A procurar pela a lua,em breu total
               Diz 'ué!
               Cadê ela?
            Porque ausente?
Ela que é sempre tão sorridente
Será que a fizeram algum mal?

Não desiste Erivinha, a bela
Sem arredar pé, de seu quintal
Quase a cochilar em sua janela
De repente uma quimera
Numa visão mais, que especial !

Raios prateados abrigando
Gritando bem alto, a lua está
              engraçada
Continua ainda olhando
Como se num lindo sonho,
              sonhando
Mãe, a lua está quadrada!

Na verdade a lua despontava aos
pouquinhos, dentre quatro nuvens
que vagavam no céu e como num
               milagre Divino
este céu se fantasia todo de
                    estrelas
e Lua presentes, brilhando só para
           A linda menininha

            ( SERRA GERAL )





EU HOJE GANHEI UM CÉU  


Numa tela reluzente

Um céu ganhei de presente

Pintado pelo poeta

Com os seus pincéis de prata.

A lua, qual menininha mimada

Docemente disfarçada

Surge com forma quadrada

Nessa aquarela de surreal beleza.

Ah, essa sapeca sou eu

Feliz por ganhar um céu

Com tons de excelsa magia

Que alumiou o meu dia...

               ( Erivas)


PS.: Ao nobre poeta amigo,
minha eterna gratidão
por este belo presente.



AH, MESTRE JACÓ,  SAUDADES 
DA NOSSA TERRINHA! GRATA. 



Fomos ao pico do Jabre,
Para ver o céu de perto,
 E de tão crentes deu certo,
 Pois o céu a ti, se abre...




 
ErivasLucena
Enviado por ErivasLucena em 27/07/2021
Reeditado em 28/07/2021
Código do texto: T7308696
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
ErivasLucena
Patos - Paraíba - Brasil, 65 anos
566 textos (23227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/21 20:20)
ErivasLucena