Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diamante


Uma canção entre as luzes.
Um sorriso entre os amigos.
Na abóbada, uma estrela
abençoando meu pedido.

Mentir?
Talvez disfarçasse o medo;
mas meu corpo era só desejo!
Fugir?
Seria mais certo que o beijo
( eu lutando contra mim mesmo!)

Horizontes e amores
indo-se embora.
A estrada é longa...
                  Perfeita!
Para desistir agora!!!

Mas, e as estrelas petaladas?
O amor de tanta caminhada?
Perdido
em minh'alma despedaçada.

Talvez
me permita a tola ilusão
do reencontro na canção
- reencontrar seus olhos -
e dissipar a escuridão
que se abateu sobre o meu sertão.

E quanto mais me embriago
daquele nosso vinho alemão,
mais me prendo à lembrança...
Ah! triste fim do coração
na amargurada esperança.

E ouço uma voz que canta
ao fundo, o encanto.
De repente,
teu sorriso-menino
toma-me os sentidos.

A manhã desce mansa;
e adormeço nos sonhos tristemente.
Ao crepúsculo, levanto-me só.
Solamente...


Não há mais piratas ou contos;
os diamantes antes nossos,
hoje esquecidos.
Na gaveta do tempo,
fotos amarelecidas
em que beijo-lhe os lábios
                                     enfraquecidos.


São Paulo,01/10/2001.


Para um grande irmão e amigo.
Eliane Santana
Enviado por Eliane Santana em 05/12/2007
Código do texto: T766433

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Santana
São Paulo - São Paulo - Brasil, 41 anos
69 textos (2859 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 08:55)
Eliane Santana