Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um brasileiro nos states

Por ser um cara esquisito
Fui convidado para uma viagem espacial
O destino era a lua, topei na hora.
Arrumei minha mala peguei uma carona
No jatinho do Presidente
Cheguei nos states, fui até homenageado.
Mas um cara de preto metido a bacana
Disse-me, que eu não poderia ir,
Perguntei porque, ele me disse.
Que eu era um cara maluco,
E, tinha cheiro de vigarista.
E que os lunáticos eu ia enrolar
Eu lhe respondi que era bem intencionado
E que só queria ajudar, ele me disse te manda.
Que aqui não é teu lugar,
Então me da uma passagem, lhe respondi.
Botou-me porta fora sorriu e me disse
Vai senão a policia te pega e vais preso
Pois aqui tu não és ninguém, não tens passaporte.
Tu és clandestino neste pais
E agora Che, o que faço aqui, de bolsos vazios?
Fugindo da policia, e da imigração.
Procurando um incauto para lhe vender
A esplanada ou o jatinho
Que o nosso presidente suou para comprar.
Eu só quero voltar para o meu Brasil.
Onde se mete a mão no dinheiro da nação.
Ninguém vai preso, ninguém é ladrão.
É apenas um empréstimo, sem devolução.
Para evitar que o ladrão não se sinta cansado
Ou frustrado por devolver a grana que pegou
Emprestada para garantir, seu futuro!


.Volnei R Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 11/06/2005
Código do texto: T23857
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (155129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/10/20 01:18)
Volnei Rijo Braga