Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁ VEM ELA

Lá vem ela, lá vem ela
Que corpo escultural
Provoca inveja nas outras
Cobiça dos homens em geral

Peitos grande, empinados
Parece que apontam ao céu
Cintura fina, quadris arredondados
Parece até um pitéu

Olhos verdes de esmeralda
Cabelos louro angelical
Dentes alvos de marfim
Pele lisa de cetim

Lá vai ela, lá vai ela
Atravessando a avenida
Quebra o salto da sandália
Olha o carro, olha a vida!

A batida foi só de raspão
Mas já foi o suficiente
Para o silicone espalhar no chão

Aquele peito, coitado
ficou igual ovo frito
E o silicone da bunda
Acabou nas mãos do seu Dito

A pele de cetim era a exposta
E a que ficava escondida
era cheia de recortes

As lentes verdes se perderam
O aplique louro também
Os dentes de marfim saltaram
No meio do vai e vem

Por isso o alerta é geral
Não se enganem com aparência
Aprendam a dar valor em seu próprio visual
Ou, faça o que fizer, respeite a coerência.

 
Májora Módena
Enviado por Májora Módena em 23/01/2007
Reeditado em 04/10/2015
Código do texto: T356726
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Májora Módena
São Paulo - São Paulo - Brasil
104 textos (29347 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 01:29)
Májora Módena