Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE SANTO A SATANÁS

Ôxente! Vixe! Foi o maior arranca-rabo já registrado nos anais nos Cafundós. Com as graças de Deus um antigo pecador é convertido a santo.  E na imediatidez das desgraças do diabo o danado passa a amolestar a muierada dos arredores. Quincas pezão, filho de Zé-bacurinha sente-se ameaçado amorosamente com a presença da divindade e, antes mesmo de saber do primeiro assédio advindo do santificado, providenciou um cinto de castidade para sua manteuda. Ela que de aparvalhada só tem a aparência, fingi a aceitar o diadema anti-sexo, mas, antes porém faz um comentário: - Meu marido Quincas, mesmo vestida na calçinha de couro de bode, amarrada com embira, eu apareça prenha, você continua a me amar? - Que diabo muié, ficar prenha como? Se Você tá com o bolinador trancado?  - Meu marido, mas, antes qu’eu vestisse esse cuecão..., me abufelei com o Santinho e ele tava sem as vestes debaixo.
Chiquimribeiro
Enviado por Chiquimribeiro em 03/02/2007
Reeditado em 15/03/2015
Código do texto: T368190
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Chiquimribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
636 textos (99072 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 05:31)
Chiquimribeiro