Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Resultado de imagem para corno manso

Cornélio chega do trabalho e vê sua esposa (e quê esposa!!!) toda cheia de marcas pela pele, próximas ao seu pescoço.
Ele preocupado pergunta:
-Querida o que são essas marcas?
Ela sem saber bem o que dizer, inventa algo que só poderia ser engolido pelo pobre do Cornélio:
-Amorzinho foi o “barbeiro” que me mordeu todinha...
No outro dia bem cedo ele vai até uma loja agropecuária, especializada em remédios para as mais variadas pragas e explica ao moço do balcão o que o fez ir até ali, inclusive com fotos da “esposa” em trajes pequenos, toda marcada a coitadinha.
O balconista fica doidinho com o que vê (babando com imagem da mulher de Cornélio) e diz:
-Se quiser posso ir a sua casa e fazer o serviço na esposa, digo a dedetização na sua casa, enquanto o senhor está no trabalho, fala o balconista!
[O confiante marido, aceita e agradece a bondade do moço...]
Parece que surtiu efeito e acabaram-se os mosquitos, porém Cornélio cada vez que chega do trabalho encontra em sua casa ora uma tesoura, ora uma colher de “pedreiro”, ...um serrote de “carpinteiro” e até um cartão da tal loja de produtos “agropecuários”!


Pobre Cornélio...!
 
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 31/01/2019
Código do texto: T6563549
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcosvi
Siderópolis - Santa Catarina - Brasil
1020 textos (20115 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/03/19 06:30)
Marcosvi

Site do Escritor