Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

no restaurante

Um cantor amador pede à garçonete o cardápio.
A moça muito bonita afeiçoada como indígena logo tras as opções.
Após pedir o seu prato preferido, aguarda pacientemente.
Alguns minutos e chega o seu pedido.
Inicia a sua degustação e encontra um cabelo entre os legumes.
Chama a garçonete e canta para disfarçar:
INDIA OS SEUS CABELOS...



Índia, seus cabelos nos ombros caídos
Negros como a noite que não tem luar
Seus lábios de rosa para mim sorrindo
E a doce meiguice desse seu olhar

Índia da pele morena
Da boca pequena
Eu quero beijar
Índia, sangue tupi
Tens o cheiro da flor
Vem, que eu quero te dar
Todo meu grande amor!

Quando eu for embora para bem distante
E chegar a hora de dizer adeus
Fica nos meus braços só mais um instante
Deixa os meus lábios se unirem aos seus

Índia, levarei saudade
Da felicidade que você me deu
Índia, a sua imagem
Sempre comigo vai
Dentro do meu coração
Flor do meu Paraguai
CIDA MOURA
Enviado por CIDA MOURA em 11/10/2019
Código do texto: T6766949
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
CIDA MOURA
São Paulo - São Paulo - Brasil
2409 textos (133812 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/20 12:03)
CIDA MOURA