Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ria se puder II

Hoje recebi um sap muito engraçado do meu amicíssimo Marcos André, e tomei a liberdade de compartilhar com meus queridos leitores.
Certo dia, um gaúcho saindo do seu trabalho estressado, cansado e abatido, quando chegou no estacionamento, encontrou um bilhete no para-brisa do seu carro. Para o seu delírio estava escrito: um dia esse corpinho será meu e tinha até o número do telefone. O gaúcho ficou simplesmente louco, ele precisava disso para alegrar o seu dia.
Entrou no carro com um sorriso meio maroto e com a mente cheia de más intenções. Foi para casa, cumprimentou a sua mulher, que estava esparramada no sofá, todavia o gaúcho não parava de pensar naquele dito bilhete: um dia esse corpinho será meu.
O gaúcho foi tomar banho, cantarolou no chuveiro e a sua mente era só aquilo: um dia esse corpinho será meu.
Assistiu ao jogo de futebol, seu time perdeu de novo.
De repente ele pensou: Hoje não estou para o jogo, hoje eu estou é para o amor. Foi para o quarto, pegou a esposa dormindo profundamente, então ele lembrou daquele enigmático bilhete: um dia esse corpinho será meu. Pé por pé, ele pegou seu celular, desceu até a casinha de ferramenta.
Estava trêmulo, nervoso e ansioso. Silenciosamente, ele discou naquele número atrevido... Quando do outro lado da linha atendeu: Funerária Vai com Deus, boa noite, rs.

 
Simplesmente Gilson
Enviado por Simplesmente Gilson em 14/10/2019
Código do texto: T6769586
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Simplesmente Gilson
Mucuri - Bahia - Brasil, 56 anos
868 textos (48879 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 03:02)
Simplesmente Gilson