Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Zé do Garrafão

 O nome dele era Zé do Garrafão,
Ele era mesmo um verdadeiro fanfarrão,
Vivia na porta do bar,
Esperando alguém para uma bebida pagar.
Sua desculpa era o esquecimento da carteira,
Ela ficava sempre atrás  da pratilheira.
Zé  do Garrafão não tinha jeito não,
Bebia com muita satisfação,
Se o povo não  pagasse uma bebida  arrumava confusão.
Bebia e comia sem pagar nada,
Todos os dias no bar tinha hora marcada,
Tomava uma pinga e depois a loirinha gelada,
Tudo isso deixou sua mulher cansada,
Logo pintou a traição na parada.
Cansada de tanta decepção,
Foi embora com o João.
Que era seu irmão.
Foram embora para outra cidade,
Foram ser feliz de verdade.
 Seu apelido era Zé  do Garrafão,
Porque nunca tinha nenhum tostão,
Gostava de beber cerveja de  garafão,
No bar do seu amigo Alemão,
Gostava de uma pinga com limão .
Estava sempre sem dinheiro,
Bebendo nas custas dos companheiro.
Assim ele passava seu dia,
Comia , cantava com muita alegria.
Sem noção  de tudo que já  perdeu,
A vida passou e o Zé do Garrafão nem percebeu.
De repente no bar envelheceu,
Muito tempo depois  no bar ele morreu.


 
Leila Rodrigues
Enviado por Leila Rodrigues em 29/10/2019
Reeditado em 07/11/2019
Código do texto: T6782168
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Leila Rodrigues
São Paulo - São Paulo - Brasil
396 textos (23937 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 17:13)
Leila Rodrigues