Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Tranquilidade Olímpica

Eduardo já não aguentava mais com tanta cobrança.
Se estava em casa a família a todo instante o lembrava do quanto era importante ele ganhar aquela medalha. Na escola os colegas o incentivavam e as meninas viviam a rodeá-lo. No local em que treinava não era diferente. Afinal, ele era o melhor atleta do clube.
A pressão em cima do Eduardo era tanta que ele resolveu procurar o departamento médico.
— Doutor o que faço? Com toda essa pressão estou a ponto de explodir de tanto nervoso.
— Fica calmo que vou te ajudar. Toma esses dois comprimido no dia da prova que tudo vai melhorar.
— Mas não vou ser pego no antidoping?
— Nada disso. É só um tranquilizante e dos mais fracos, fica tranquilo.
Mas ao dar os dois tranquilizantes o velho médico trocou sem querer um por laxante.
No dia da competição Eduardo se apresentou e venceu.
Euforia total. Cumprimentos mil.
E um cheiro de merda insuportável no ar.
O médico orgulhoso comentou?
— Então, eu não disse que ia lhe ajudar?
— É verdade. Veja só! Estou todo cagado... Mas tranquilo... Tranquilo...
Fernando Antonio Pereira
Enviado por Fernando Antonio Pereira em 07/11/2019
Código do texto: T6789246
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Antonio Pereira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
935 textos (5634 leituras)
4 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/11/19 17:32)
Fernando Antonio Pereira