Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DUAS CARAS.

   Pereirinha não foi muito agraciado com a beleza. Olho torto, nariz adunco, orelhas de abano. Mas o que tinha de feio, tinha de sabedoria do sertanejo vivido.
   Um dia, sentado na porta de sua casa, com aquele calor mordacento que adivinha chuva, no final da tarde,  viu dona Belinha a mais conversadeira do povoado se aproximando. Vixe lá vêm chumbo, pensou.
   ____Bom dia seu Pereira.
   ____Bom dia dona Belinha.
    E dona Belinha foi logo dizendo: Vou lhe dizer uma coisa , o senhor não vai gostar.
   ____Pois então não diga Dona.
   ____ O senhor nasceu no mês de janeiro, não foi?
    _____Sim.
    _____Do signo de Capricórnio, não é?
    ____Sim, já irritado disse Pereirinha.
    ____ Pois então o senhor é  fingido, tem duas caras.
 Seu Pereira engoliu em seco, contou até dez, pediu calma pra si mesmo, a mulher tinha vindo na sua casa lhe ofender. Então respondeu:
    ____Dona Belinha, a senhora acha que se eu tivesse duas caras , estava usando essa aqui que faz até menino largar a chupeta. Ora bolas.
Felix Chaves
Enviado por Felix Chaves em 28/08/2020
Reeditado em 30/08/2020
Código do texto: T7048863
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Felix Chaves
Palmas - Tocantins - Brasil
273 textos (14212 leituras)
19 áudios (508 audições)
2 e-livros (249 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/03/21 04:26)
Felix Chaves

Site do Escritor