Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUIZUMBAS E QUIPROCÓS DE QUATRO QUATIS DE QUIRIRIM

Era uma vez, aliás, quatro vezes, numa quarta-feira da quaresma,  num quartel qualquer de Quiririm, quatro quatis de quimono num quarto quadrilátero queixando-se de quatro quadrilhas de quatro outros quatis desqualificados, energúmenos, quadrúpedes, qualiras.
Naqueles quadrantes, cada um dos quatro com quatro quadros quebrados de aquarela quadriculada quadridimensional.
Cada quadro traz um retrato de quatro quatis de queixo caído, comendo queijo de coalho com caju de Colo-Colo e tomando quatro
coca-colas quentes de outros quatro cantos do mundo.
Num quadro acima, em quadratura, mais quatro quatis em queixas, querelas e queixumes questionando a quadripartição da rapadura, do xerém, do quibe, do quibebe, do quiabo e do diabo a quatro lá do Quixeramobim.
E logo abaixo, outros quatro quatis quadrigêmeos questionando quatro quesitos de quatro questionários esquisitos, com quatro questões incomuns de quádruplas escolhas sobre questões quotidianas da vida dos quatis lá do Quênia.
E quatro dias depois de outros quatro e tantos dias, quatro quatis de quatro outras histórias com outros quatro quatis na garupa, esquartejam um quarto de carne de crocodilo e vendem por quatro-patacas quatro-quartos de um naco de carne de queixada num quintal qualquer do Quebec.
E, naquele quadrimestre, se não fossem outros quatro quatis caducos questionando suas quotas de quatrocentos quilos de quitutes de carne do javali , essa história ainda levaria quatro quadriênios e alguns quatro e quantos quilômetros de palavras quadrifônicas, quadriformes e quadrigeminadas para chegar ao seu quadrante final.

VEJA OUTROS TAUTOGRAMAS (COPIE E COLE NO SEU NAVEGADOR)

PRESCRIÇÕES PARA PERDER PESO
http://www.recantodasletras.com.br/humor/363847

PRÉ-NUPCIAIS DO PRÍNCIPE PEDRO E DA PRINCESA PRISCILLA
http://www.recantodasletras.com.br/contosdefantasia/344861

PATATIVA EM PROSA E POESIA
http://www.recantodasletras.com.br/prosapoetica/340983

LEMBRANÇAS LÚDICAS
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/762245

BAILANDO NOS BOSQUES
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasbucolicas/757689

QUIZUMBAS E QUIPROCÓS DE QUATRO QUATIS DE QUIRIRIM
http://www.recantodasletras.com.br/humor/755263

HAICAITRIX
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/363867

VERSOS AO VENTO
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/1057401
José de Castro
Enviado por José de Castro em 27/11/2007
Reeditado em 08/02/2012
Código do texto: T755263

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 69 anos
2311 textos (691256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 09:14)
José de Castro