Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PLAGISTA DE MIM


Poema mui melado nauseia o meu viver
Versos de tristeza dilaceram o coração
De solidão e traição sinto-me desfalecer


Sim aos versos coloridos de palhaço no palco
Fazer micagem, salto alto de brilhantes. Estar on
Baton cintilante num beijo doce à luz de neon


Plagiando meus desejos reais na alegria de ser

A mulher dos teus sonhos, e acordar dentro dos teus.


Lúcia Borges
Enviado por Lúcia Borges em 22/06/2009
Reeditado em 25/07/2009
Código do texto: T1662446
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lúcia Borges
São Vicente - São Paulo - Brasil
94 textos (16236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 15:24)
Lúcia Borges

Site do Escritor