Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caminhante


             Minha alma de peregrino
          Grita num silêncio profundo,
    Mas o deserto faz-me perder o tino.

     Caminhante sofredor e moribundo.
       Passa despercebida a minha dor,
    Nada, nada em volta do meu mundo.

Em cada passo deixo marcas, gota a gota.

    Às lágrimas desta vida remota.

                       Mary Jun

Obrigada, querido poeta, pela belíssima interação!


VOLTANDO AO PAI

No deserto de minha existência,
Existem além de dunas e pedras,
A ilusão que alegra, mas medra...

Ante a vastidão sou inocência,
Que brotou em terra seca e pobre,
Mas fui semente de essência nobre...

Desabrochando na grande jornada,

Vislumbro em luz, a nova morada...

Jacó Filho
Mary Jun
Enviado por Mary Jun em 22/08/2018
Reeditado em 23/08/2018
Código do texto: T6426565
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Mary Jun
Recife - Pernambuco - Brasil, 55 anos
847 textos (41294 leituras)
1 e-livros (87 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/01/20 13:33)
Mary Jun