Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fragilidades

Ela caminha entre rosas desbotadas
Mente descalça, pés na lua
Alma ao vento, pele nua.

Como uma pluma vai...
Vai pelo espaço a fora
Na boca um riso, mas dentro chora.

Nos olhos brilho de água e sal
Nas mãos... sonhos de cristal

Agradeço as belíssimas interações desses grandes poetas!

Sensibilidade pudica
Vida na ponta dos dedos
Do amor detém segredos
Que o cupido tem duvida.
Jacó Filho.

A essas rosas desbotadas
Há que lhe dar muita cor
Não queira rosas descoradas
Mas sim viçosas de amor
Casmil
Maria Cecilia Hequidorne
Enviado por Maria Cecilia Hequidorne em 13/08/2019
Reeditado em 10/09/2019
Código do texto: T6719540
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Cecilia Hequidorne
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1330 textos (28054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 04:57)
Maria Cecilia Hequidorne