Segundo idioma

O segundo idioma é o silêncio,

Deveria, óbvio ser o primeiro,

Evita os olhos vermelhos,

Aguça bons sentimentos,

Domina males dos pensamentos,

Esclarece os piores pesadelos,

Quando sinto, entendo que vou errar

Parabenizo-me, faço por me calar.

Fera da Poesia
Enviado por Fera da Poesia em 12/06/2022
Código do texto: T7535906
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.