Incólume

Passarei incólume pelo vale da sombra da morte

Sem temor a perigos reais ou a dita má sorte

Pois, sei, sinto, posso dizer que estás comigo,

Afirmo que sou feliz, alegre e forte

Porque tua presença me faz tão rico,

Todos prosperam quando no mesmo motivo,

Por isso jamais cansarei de dizer

Que tu és o poder infinito dentro do meu Ser.

Fera da Poesia
Enviado por Fera da Poesia em 24/06/2022
Código do texto: T7544505
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.