QUE SUFOCO!
 
 

Fiz um barco de papel para brincar com a Cecília
É uma menina linda que tem apenas um ano.
De repente o tal barquinho afundou ...
A Cecília esperneou, pois queria seu barquinho
Que logo se desmanchou.

Mas estava sem papel e não havia outro barco,
Comecei a gargalhar e a Cecília me empurrou.
Ela não sabia nada e eu sem saber nadar,
Caí de cara na água afundei feito o barquinho
E ela não mais me vendo desesperou-se a chorar.

Comecei a debater-me pedi socorro a quem viu,
Não sabia o que fazer e a piscina era funda,
Credo em cruz! Misericórdia, que sufoco!
Tudo isso aconteceu por eu não saber nadar
E brincar com a Cecília que só queria brincar.