Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Poema  Batatinha


Batatinhas quando nascem
esparramam pelo chão.
Criancinhas ao comer-las
ficam gorduxinhas de montão.
Calça apertadinha,
mamãe não aguento não.
Barriguinha aumentando
arrebentando o botão.
Mamãe vai comprar roupas,
deixe esparramadas as batatinhas.
Mais nenhuma das crianças escutaram
o pedido da mãezinha.
Batatinhas quando nascem
esparamam pelo chão.
Crianças ao comer-las
ficam  gorduxinhas de montão.
Mamãe estou engordando 
não ligo mais não !
Com o rosto gorduxinho,te pisco com carinho
 e te dou um sorrisão.


Autora: Daiana Araujo


 
 
Daiana Araujo
Enviado por Daiana Araujo em 15/08/2014
Reeditado em 15/08/2014
Código do texto: T4923593
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Daiana Araujo
Icém - São Paulo - Brasil, 37 anos
246 textos (4719 leituras)
12 áudios (806 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 06:15)
Daiana Araujo