Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Episódio 3: Último Lugar

Da série: Construtivando (nota 1)
(Pituquinha e suas estórias) (nota 2)

Episódio 3: Último Lugar

As meninas estavam no pátio brincando de picula: Pituquinha, Tininha, Belinha, Catinha e Claudinha. Pituquinha, por ter as pernas mais curtinhas, sempre era a mais lenta na corrida e, portanto, chegava por último.
Até aí tudo bem. A diversão era o que importava.
Porém, quando o Padre Fábio entrou pelo pátio, Pituquinha foi para o canto e começou a chorar copiosamente.
Tia Nubinha, percebendo o pranto da menina, correu ao seu encontro:
— Pituquinha, você se machucou?
— Não professora.
— Então por que você está chorando?
— É que eu não quero me casar com ele (apontando para o sacerdote).
— Casar com ele? Quem lhe disse isso?
— Foi a mamãe.
— Sua mãe? Como assim?
— É que a mamãe me disse que quando ela era pequena igual a mim, ela brincava de corrida com as minhas tias.
— Eu não estou entendendo.
Falou a professora com um certo ar de impaciência.
— Minha mãe dizia que a última a chegar era a mulher do padre.

Notas:
[1] “Construtivando” é um neologismo derivado de Construtivismo: corrente de pensamento que ganhou projeção pela obra de Jean Piaget, a qual valorizava o processo de aquisição do conhecimento por intermédio da interação do homem com o meio, ou seja, pela percepção da realidade, em oposição aos modelos conceituais pré-concebidos.
[2] Pituquinha é uma menininha de 5 anos muito serelepe que adora aprender coisas novas e contar para a sua professora, “tia” Nubinha, e seus amiguinhos. De vez em quando, ela também faz umas perguntas engraçadas para a “pró”, seu pai, sua mãe, seu tio e com quem mais ela puder conversar
...................................................................................
 <**> CONVITE <**>
Caro leitor, escritor ou não: Se você gostou deste texto ou se tem alguma ressalva sobre ele, é muito importante que VOCÊ COMENTE expressando a sua opinião. Talvez você não saiba, mas o seu comentário, seja um elogio ou uma crítica funciona como uma espécie de bússola, sinalizando se nós, poetas, contistas, frasistas, romancistas, pensadores, cronistas, enfim, operadores da literatura, estamos no caminho certo, no sentido de atingir o seu coração. Embora algumas vezes o nosso trabalho tenha um caráter mais intimista, muitas outras vezes nossos escritos são feitos PARA VOCÊ, QUERIDO LEITOR, pois é você que é a causa da nossa existência literária. Portanto, sem mais delongas, convido-lhes a comentar este e outros textos meus e de outros autores. Ficaremos muito felizes em "ouvi-lo" qualquer que seja o teor das suas palavras. Um grande abraço e obrigado pela acolhida.
.................................................................................................

                                                  © Leonardo do Eirado Silva Gonçalves
                                                                                  Novembro/2017
Leonardo Eirado
Enviado por Leonardo Eirado em 29/05/2018
Reeditado em 25/06/2018
Código do texto: T6349332
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Eirado
Salvador - Bahia - Brasil, 54 anos
336 textos (4480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 00:21)
Leonardo Eirado