Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os olhos que abrem meus olhos

Entre os sonhos arrestados
do saibro pueril da minha estrada
vem um menino varão pela rua estreita
que para o menino felizmente é larga,
tem os olhos cheios de luzes
capazes de ver como são bastos
recursos que traz nos bolsos
vazios da sua bermuda
onde o vazio não é nada
além do ar dos seus pulmões,
nos bolsos hoje lembrados.
E a força da ignorância
que todos chamam de inocência
é que faz a desmemoria
das dores da vida adulta
não representarem tudo,
nem significarem nada,
como se a fé que há no humano
fosse assim ressuscitada
por um contador de estórias,
preferencialmente contos,
talvez fábulas morais,
com que hoje ainda me espanto
quando deito sobre o saibro
pueril da minha estrada,
onde vi nascida a poesia toda
da roda desse engenho,
de onde quixotesco escrevo
com meus olhos de menino.
Fabio Daflon
Enviado por Fabio Daflon em 09/07/2018
Código do texto: T6385814
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Fabio Daflon
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 64 anos
3699 textos (98346 leituras)
14 e-livros (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/07/18 18:22)
Fabio Daflon

Site do Escritor