Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS DUAS BRUXAS // INFANTIL

DEUS  SEJA  LOUVADO!
QUE A  GRAÇA  DO SENHOR  JESUS  SEJA  SOBRE TODOS  NÓS!
JESUS! – NOME  QUE  SALVA!
********************************************************************  “PORQUE  TU  ÉS  GRANDE  E  OPERAS  MARAVILHAS; SÓ  TU  ÉS  DEUS .”   SALMO 86;10
***********************************************************

AS DUAS BRUXAS  //  ESTHER  LESSA

                 Era  uma  vez  uma  bruxa  daquelas  bem  feias. Seu  nome era  Horrorosa. Só vivia com uma vassoura pra ficar montada nela e sair  voando  a  procurar  onde   fazer  qualquer  maldade.   Tinha  um caldeirão  bem  grande  pra  fazer  as misturas que  atrapalhassem  a vida  das  pessoas.  Era  um  ser  cheio  de  ruindade. Vivia  com  inveja  da  beleza  e  da  bondade  de  uma   outra  bruxinha  que  era  muito diferente  dela.
                    Era  uma  bruxinha  bonitinha, boazinha, carinhosa  e só  gostava  de  fazer  o  bem.  Pra  dizer  a  verdade,  essa  bruxinha  era  como  uma  Fadinha.  Nem  sei  como  foi  que  ela  nasceu  bruxinha. Acho  que  foi  porque  quando  ela  nasceu,  alguma  coisa  saiu  errada  na  família  dela  e , por  engano,  pensavam  que  tinha  nascido  uma  bruxa,  mas  na verdade, tinha  nascido  uma  linda  Fadinha  que  se  chamava Luminosa.
                  Quando  ela  foi  crescendo, deram-lhe  logo  uma vassourinha. Mas, aconteceu  uma  coisa  engraçada.  Ela  não conseguia  voar  como  as  outras  bruxas.  E  um  dia , quando  ela  olhou, a  sua  vassourinha  tinha  se  transformado  em  uma  varinha diferente. Ela  pegou  aquela  varinha e  foi  brincar.  Encontrou  uma  raposinha  perseguindo  uma  galinha. Ela  ficou  com  tanta  pena  da  bichinha  e  sacudiu  sem  querer,  a  varinha  e  disse: “_ Que  pena  da  galinha!  Não  quero  que  a  raposa  pegue  a  pobrezinha!_ Na  mesma  hora,  a  raposa  esbarrou  num  espinheiro  e  embora  lá  se  foi.  A  Bruxinha  do  Bem,  isto  é,  a  Luminosa,  não  disse  nada  a  ninguém.  E  assim,  muitas vezes,  ia  acontecendo. Toda  vez  que  ela  via  alguma  coisa  errada,  sacudia  a  varinha  e  dizia  um  desejo bom. E o  que  ela  queria , se  realizava.
          Enquanto  isso,  a  bruxa  malvada, a   Horrorosa,  ia   só espalhando  sofrimento  no  meio  dos  bosques.
          Até  que  um  dia,  a  medonha  bruxa  reparou  que  a  outra  bruxinha  não  era  feia  e  não  gostava  de   prejudicar  ninguém.  E  pior  que  isso,  parecia  que  todos  gostavam  daquela  bruxinha  linda,  delicada  e  bondosa... Ah!  Aquilo  não  poderia  ficar  assim  não.   Ia  tomar  uma  providência!  Resolveu  que  faria   uma  beberagem  e  daria  um  jeito  de  fazer  Luminosa  beber, para  que  ficasse  bem  feia,  tal  qual  uma  verdadeira  bruxa.
           Procurou  perninhas  de  morcego,  ervas  daninhas,   unhas de macacos  selvagens  e  mais  uma  porção  de  troços  estranhos.
          Quando  a  Bruxinha  do  Bem  fosse  ver,  já  teria  bebido  e  se transformado  numa  horrenda   figura  para  assustar  as  crianças.
            Ela  só  não  contava ( porque não sabia )  com  os  poderes  de Luminosa,  que  de  bruxa  não  tinha  nada . Ela  era  mesmo,  uma Fadinha   com  poderes   maiores  que  os  da  Horrorosa.
           Quando   esta,  vinha  com  a  vasilha  cheia  daquela   nociva bebida,  a  Bruxinha  do  Bem,  levantou  sua  varinha   mágica  e  disse:
        _  Pare  aí,  Horrorosa!  E  que  seus  pés   não  saiam   mais  desse pedaço  de  chão! Daqui  pra  frente  suas  mãos  não  poderão  fazer mal   a   mais  ninguém! Você  perdeu  sua  força!..    E  assim  foi.
         Depois  disso,  a  Bruxinha  do  Bem  passeava  todos  os  dias  pelos  bosques para  ver  se  algum  animal  ou  alguma  criança  estaria  precisando  dela.  E  assim,  a  Felicidade  passeava  também   junto  com  ela.
          E   nunca  mais  Horrorosa   voltou  a  ser  bruxa.  Luminosa  ficou  sendo  a  rainha  dos  bosques.
   
*****************************************************
MULHER  MERECE  RESPEITO!
“ MEXEU  COM UMA, MEXEU  COM  TODAS!”

***********************************************************
Esther Lessa
Enviado por Esther Lessa em 12/03/2019
Código do texto: T6596380
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Esther Lessa
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1254 textos (106496 leituras)
72 áudios (3686 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/05/19 06:54)
Esther Lessa