Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sapo zé...


         

Sapinho “Zé” tá muito triste
Sem ninguém pra conversar
Se sentindo rejeitado
Andando, pra lá e pra cá
O coitado até insiste
Fica ainda mais revoltado
Mas também, quem admite?
Um chulezento do seu lado!

Que nunca lava seu pé
Água, só dentro do lago
Só pode mesmo dar chulé
Sendo assim tão desprezado
Um dia o sapinho se convence
A mudar o seu destino
Vai mostrar pra essa gente
Que pode sim, ficar fino
Até se tornar inteligente
Vestir-se bem, ficar grã-fino!

Zé começa a tomar banho
Mais de três..., todos os dias
Aquece água na caçarola
Diz, não querer mais água fria
...vai ficando asseado
Arruma uma linda namorada
Dá pra vê, ´Zé tá mudado
Parece até feitiço ou magia!
E pra quem nunca tinha beijado,
Não desgruda mais de sua amada!

...direto com “os beiço” arrebitado
Tô com pena da coitada
Mas parece que ela gosta
Do cortejo do 'marvado'
Não lhe dá mais nenhum tempo
Numa piscadela, já tá do lado!
Quer em breve se casar
E de tanto Zé beijar
Fica mal acostumado!

Com o casamento já marcado
Não consegue se controlar
Tem um montão de convidados
Precisa mesmo acelerar
Zé tá muito agoniado
Não quer parar mais de beijar
O sapo tá descontrolado
O padre tem que apressar
Zé, completamente transtornado
Passou da hora de casar!


Parece cola de chiclet
Grudado em sua namorada
Não passa um dia sequer
Sem tomar banho e perfumá
Jà faz parte do passado
O bodume e o chulé
Até Zé se convenceu
Que fedia feito um gambá!

Zé mudou completamente
Calça sapato dos “macio”
Acreditem, até os dente
Escova, inté passa o fio...!
Impecável e sorridente
Passeando pelo rio
Zé tá mesmo diferente
Cumprimenta com assovio
Roupinha sempre de marca
E quando vê uma sapa
Olha para os lados e disfarca
...assanhado faz: “fiu-fiu”!

Pra quem era quase um indigente
Sozinho triste no rio
Demostrando estar contente
Tranquilo e com pavio
 Zé ficou foi atraente
Quem te vê e quem te viu!

E foi assim que o sapinho zé
Mudou pra sempre sua sina
Se até ontem por ninguém era querido
Sem namorada e sem guarida
Hoje tem um montão de amigos
Não sabe o que é despedida
Vai se casar, vai ter filhos
Dar mais valor a sua vida
Sempre ao lado de sua amada
A linda sapinha Amarela
Zé anda de peito erguido
Sempre de braços com ela
Zé, tá bem mais divertido
Feliz para sempre,
Com sua linda donzela!
 
SERRA GERAL
Enviado por SERRA GERAL em 14/02/2020
Código do texto: T6866330
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
SERRA GERAL
Lages - Santa Catarina - Brasil
89 textos (1295 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/02/20 20:59)
SERRA GERAL