Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENINO CARVOEIRO


Lá vai o pequeno carvoeiro
para a mina trabalhar
é ainda tão pequenino
e nunca teve a alegria
de um dia poder estudar.

É tão criança ainda
e nada viveu da infância.
sua vida é só trabalho:
culpa da fome ou ignorância?

O seu lugar menininho
é no lar, na escola,
correndo por esses campos,
brincando, jogando bola.

 
       A poesia "Menino Carvoeiro" recebeu menção honrosa e foi publicada em Antologia do XI Prêmio Literário Galinha Pulando, de 2014, pela Editora Galinha Pulando, pág.114, Em Vitória da Conquista, Bahia, em janeiro de 2015.
Maria de Fatima Delfina de Moraes
Enviado por Maria de Fatima Delfina de Moraes em 07/11/2007
Reeditado em 12/10/2015
Código do texto: T727037
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria de Fatima Delfina de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1767 textos (42363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 14:19)
Maria de Fatima Delfina de Moraes