Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma questão fática em tanto de abril de dois mil e não sei quanto

Ei, Eu!
Se tu soubesses...
Se tu soubesses d'algumas exatas que me perseguem
Trocarias a tua Matemática pela Gramática mais infame.
E aprenderias comigo cada palavra que não deveria ter sido dita certo dia.
Naquele dia... Tanto de abril de dois mil e não sei quanto.
Nem faz muito tempo, mas foi tempo bastante para perceber o quanto não esqueci o que já deveria ter esquecido: um conjunto desconjunto de palavras inúteis ditas por acaso.
Afinal, Eu: manter a comunicação só por manter foi uma constância que me tornou inconstante.
E se tu soubesses, Eu, jamais tentarias ser eu novamente.
E nunca te tornarias um sujeito fático como fui, sou e estou sendo agora.
Ítalo de Abreu
Enviado por Ítalo de Abreu em 03/05/2018
Reeditado em 06/05/2018
Código do texto: T6326505
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ítalo de Abreu
Aracati - Ceará - Brasil, 24 anos
32 textos (944 leituras)
4 e-livros (105 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/05/18 08:27)
Ítalo de Abreu