Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASTORAL DOS DETENTOS E DOENTES - AMOR A JESUS NA CRUZ: SANTO DO DIA – 04 DE JUNHO – SÃO FRANCISCO CARACCIOLO Sacerdote (1563-1608)

Mateus 20:26 Não será assim entre vós. Ao contrário, quem desejar ...
bibliaportugues.com/matthew/20-26.htm
Ao contrário, quem desejar ser importante entre vós será esse o que deva servir aos ... qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será esse o que vos sirva; ... de maneira que em todas as atitudes Deus seja glorificado mediante Jesus ..

___

"Foi para Nápoles a fim de completar os estudos na universidade onde ensinou são Tomás de Aquino."

http://www.padrerodrigomaria.com.br/santo-do-dia-04-de-junho-sao-francisco-caracciolo/

Com isso, abre sua biografia com maestria. No entanto, São Francisco Caracciolo torna-se humilde e escolhe a pobreza, a pureza e o serviço aos detentos e doentes durante sua vida inteira.

Ou seja, exemplo vivo como Francisco de Assis, Santo Antônio, são Vicente de Paulo e Frederico Ozanam (Beato) amor incondicional a Jesus e opção preferencial pelos pobres.

Soube conciliar o amor à Jesus, à Virgem do Sábado com Jejum e caridade em sua honra, fidelidade à Igreja e o serviço aos oratórios como Felipe Neri, Dom Bosco, Martinho de Lima, Dom Orione, santos diferentes e de diversas épocas unidos pelo desejo amoroso e respeitoso pelo povo de Deus.

________________

São Francisco Caracciolo nasceu em 12 de Outubro de 1563, em Santa Maria, nos Abruzos e recebeu no batismo o nome de Ascanho, que mudou em seguida para o de Francisco, quando abraçou a vida religiosa. Seus pais, tão distintos pela piedade como pela nobreza de sangue, empenharam-se para que tivesse uma educação esmerada. O jovem Francisco correspondeu ao zelo de seus mestres com brilhantes êxitos nas ciências; mas aplicou-se ao mesmo tempo com ardor extremo à prática da piedade, e passou com inocência exemplar a fase crítica da vida. Comungava frequentemente, a fim de haurir no adorável sacramento dos nossos altares forças sempre crescentes contra os inimigos da salvação.

Sua devoção para com a Santa Virgem era viva e sincera. Dirigia-lhe preces diárias e todos os sábados jejuava em sua honra. Desde a idade mais tenra nutria pelos pobres um profundo sentimento de compaixão. Solicitava por eles socorros junto de seu pai; reservava-lhes a melhor parte de sua própria alimentação e lhes distribuía com bondade tocante. Seus costumes eram de uma pureza admirável; dir-se-ia que era antes um anjo do que um homem.

Tinha vinte e dois anos, quando contraiu uma enfermidade perigosa que o levou às portas da tumba, mas que também lhe trouxe sérias reflexões sobre a vaidade das coisas da terra e o fez decidir-se a consagrar-se inteiramente a Deus, se recuperasse a saúde. Com efeito, obteve de seus pais a permissão de tomar o estado eclesiástico, e recebeu as ordens sacras em Nápoles, após ter concluído os estudos de teologia. Logo em seguida, quis fazer parte de uma confraria de pessoas piedosas que se ocupavam particularmente em preparar os criminosos para a morte, e proporcionar socorros da religião aos prisioneiros aos condenados aos trabalhos forçados. Durante toda a vida continuou a ocupar-se com essa obra importante.
J B Pereira e http://www.padrerodrigomaria.com.br/santo-do-dia-04-de-junho-sao-francisco-caracciolo/
Enviado por J B Pereira em 04/06/2018
Código do texto: T6355696
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
1753 textos (845892 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/06/18 10:14)