Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UNI VERSOS POSSÍVEIS

E no fim da criação, a última pergunta:
Há um sentido
ou tudo ainda deve explicações?

Um dia a natureza terminou sua obra,
o universo,
mas faltava justificar a tarefa,
ou criar algo
que sintonizasse o pretexto para tudo.
Então se pensou em sugerir a existência de um Deus
ou criar algo,
a forma palpável
que oferecesse uma metáfora.

Primeiro veio a figura:
o osso Hioide,
no meio do pescoço humano;
e sem ligação com qualquer outro esqueleto.
“O universo é um osso  Hioide!”
Metaforicamente
O hioide é detectável
e, no entorno, os músculos
o universo é perceptível
e ao redor a matéria escura.

Não é por aí, pensaram.
O osso hioide
pode ser mais simples
sendo ainda mais metafórico.

O hioide é um colar!
Mostra intenções de beleza
ao redor da garganta.
Então pode revelar isto:
se querem ornar ali,
também há intenções de beleza no universo
e isso antes da invenção dos colares,
antes do cinturão de asteroides,
dos anéis de Saturno.

Mas para que a metáfora? - disseram
O osso apontou propósitos,
mas não uma  razão para o inusitado;
a consciência
será limitada, impalpável, humana
diante de códigos matemáticos eternos
tudo se deslocará em uma  trajetória circular
com uma força aplicada  ao centro.

O que faremos?
Como explicar?

Um dia a natureza terminou sua obra,
Então julgaram mais fácil não explicar,
sugerir um Deus
sugerir órbitas
elípticas, parabólicas, hiperbólicas
órbita da vida e da morte
e para quem quisesse
órbitas poéticas.

DO LIVRO: ADVERSOS E OUTROS MOMENTOS
PAULO FONTENELLE DE ARAUJO
Enviado por PAULO FONTENELLE DE ARAUJO em 04/01/2019
Reeditado em 08/01/2019
Código do texto: T6543029
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PAULO FONTENELLE DE ARAUJO
São Paulo - São Paulo - Brasil
332 textos (14314 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/01/19 22:12)
PAULO FONTENELLE DE ARAUJO