Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Céu estrelado part.1

             ☆CÉU ESTRELADO☆
  Céu estrelado conta a história de Melissa e Eithan, jovens que frequentam uma escola técnica e acabam se conhecendo por meio de um esbarrão mas a história não é tão simples.
Melissa é uma jovem de 16 anos que acaba de entrar para a escola técnica Marília Fontes para cursar técnico em enfermagem, mas seu grande segredo está para ser revelado.
Eithan é um jovem que sonha em ser advogado e estuda para alcançar isso, um rapaz que em seus 17 anos não tem nada a perder, seus pais cirurgiões odontológicos fazem de tudo para o filho ter uma boa educação e Eithan como melhor aluno da turma satisfaz a vontade dos pais.


    ◇  1° dia

♡ Melissa

Acordo depois de mais um noite mal dormida.
- Hoje você amanheceu triste céu? É para combinar com meu humor? (Sisos fracos)
Crio uma pequena chama de coragem e vou ao banheiro para tomar banho, me decepciono quando ligo a água e está gélida.
- Aahh mas que negócio é esse?! Que porcaria gelada. Porra!
Uma das desvantagens de ter um pai que só passa duas horas por semana em casa.
Desde que perdi minha mãe minha vida tem sido assim, solitária. Quando terminei o ginásio esperava que meu pai ao menos me desse parabéns mas ele simplesmente chegou em casa, deixou as roupas sujas na lavanderia, pegou roupas limpas, viu a despensa e deixou uma quantia para que desse de abastecer. Nem uma palavra direcionada a mim. Depois disso só o veria na próxima semana.
Depois de tomar meu café e preparar meu lanche é hora de ir pra escola.
Meu pai resolveu me matricular em uma escola técnica mas deixou um bilhete dizendo que eu deveria escolher o curso assim que chegasse na escola para o primeiro dia de aula.
É, lá vamos nós.

♡ Eithan

- Eithan filho, acorda não vai se atrasar para seu primeiro dia de aula. (Diz uma voz feminina vindo da sala, minha mãe)
- Já tô acordado mãe( grito em resposta).
O primeiro dia de aula é sempre uma quase festa entre meus pais, mesmo eu já estando no 2° ano do ensino médio-técnico. Meus pais sempre pegaram no meu pé em relação aos estudos, a vantagem é que eles me deixam em paz para outras coisas, como o futebol e festas.
- Pronto já estou aqui ( digo chegando por trás da minha mãe e dando-lhe um beijo no rosto).
Meu pai como sempre sentado a mesa levanta-se e junto com minha mãe me dão um abraço.
- Bom dia, filho. Ansioso para o primeiro dia de aula? (meu pai sempre fala como se eu fosse uma criança)
- Estou pai. Esse ano será mais intenso e também haverá campeonato de futebol em breve.
- Você e esse futebol filho (risos) mas você se sairá bem. (ele dá uma piscadela para mim como forma de apoio)
Tony buzina me chamando então pego um sanduíche com creme de amendoim dou um beijo no rosto de minha mãe e saio com ela atrás de mim protestando o fato de que não sentei a mesa.
- Até logo mamãe (digo a ela pulando no conversível do meu amigo)
- E aí, cara.
- E aí, irmão. Tô vendo que você deu uma reformada na sua lata velha (risos)
- Respeita a Mary cara. E sim eu dei uns retoques nela. Então animado para conhecer as novinhas do 1° ano?
- Não, você sabe que essas menininhas mimadas não são pra mim.
Tony sempre foi um galinha.
- Pois eu estou. (risos)
- Cuidado cara você já tem 18 anos.
- Eu sempre tenho cuidado.
Ele coloca um cd dos Beatles e vamos rumo a escola.

♡ Melissa

Não há uma melhor maneira de ir para escola que de skate, isso deveria ser cientificamente comprovado.
Quando chego há escola toda a área gramada já está lotada. Me sinto claustrofóbica. Sem olhar para ninguém vou rumo a direção.
Dou duas batidas na porta e espero pela resposta.
- Pode entrar.
- Olá, meu nome é Melissa Ventura, sou nova aqui.
- Olá Melissa pode entrar, eu sou a diretora Stuart. Seu pai disse que você iria escolher o curso, já se decidiu?
- Sim, quero o técnico em enfermagem.
- Ok, vou só colocar no sistema para gerar seu horário. Pronto. Aqui está. (ela me entrega os horários) E aqui está o mapa da escola, não queremos que você se perca (risos) e cuidado com o inspetor, atrasos não são permitidos. Todas as regras estão atrás do mapa e aqui está suas chaves, seu armário é o 946, é só ir direto. Alguma dúvida?
- Não senhora.
- Boa aula então.
- Obrigada.
O dia até que não foi ruim, a nossa primeira aula foi um resumo sobre tudo que vamos estudar no primeiro semestre. Depois de três aulas o sinal toca para o intervalo.
Chegando ao refeitório ao ar livre me deparo com um ambiente até legal. Um campo aberto com várias árvores e mesas.
Me direciono até a mesa mais reservada e lá sento.
Fico sozinha comendo meu lanche até o sinal tocar então vou para o restante das aulas.

♡Eithan

Chegando a escola me direciono a direção para pegar meus horários. Batendo na porta e logo após entro.
- Bom dia, senhora Stuart!
- Bom dia, senhor Eithan Vianna.
- Vim pegar meus horários.
- Aqui está.
- Obrigado.
- Boa aula Eithan, espero vê-lo jogar novamente. Você salvou o time ano passado.
- E vai ver (risos) não foi nada demais senhora Stuart. Agora vou indo.
Me direciono até minha primeira aula mas antes de chegar a metade do caminho sou parado pela loira mais bonita da escola, mas que nunca me agradou em questão de moral.
- Oi Eithanzinho, como você está?
- Oi Sara, estou legal e você como está?
- Estou ótima. Vai para a festa hoje a noite?
- Acho que sim.
- Nos encontramos lá. Beijinho.
Sara é uma das meninas mais cobiçadas de toda a escola e desde que fui escolhido como artilheiro do time da escola ano passado ela vem me perseguindo. Ela é uma loira que cursa o técnico de design.
- Sigo para sala onde posso finalmente fazer algo que gosto.
E assim fico até a hora do intervalo.
Chegando a área de intervalo sigo para direção de meus amigos.
Tony, o galinha.
Marta, a nerd que tudo sabe.
Vou até Marta e dou-lhe um beijo no topo da cabeça, contorno a mesa e sento ao lado de Tony.
- Como foram as aulas?
- Ótimas ( respondeu Marta)
- Foram até legais, e as suas como foram? (perguntou Tony)
- Foram ótimas.
- Ei fiquei sabendo que a loira oxigenada ainda tá no seu pé. ( Marta ri e coloca um papo para discussão)
- Está, ela até que é bonita mas.. vocês sabem.
- O que a gente sabe é que você é um bobão mano.
- Não é que eu seja um bobão Tony é que ela é.
- Falsa. Essa é a palavra amigo.
- Isso Marta.
- Falsa mas é gostosa. Você deveria aproveitar essa festa mano.
- Ainda estou pensando se vou. Você vai Marta?
- Não.
- Novidade, a nerd não vai pra festa. (Tony fala com sarcasmo)
- Tenho coisa melhor me aguardando.
- Vamo parar gente. Ainda é o primeiro dia de aula.
- Tá. (respondem os dois em uníssono)
O sinal toca.
- Vamos.
- Vamos. (novamente em uníssono)
- (risos) Vocês dois hein.
Após mais e mais aulas vou para casa e entro para meu quarto. Fico lá até a hora do jantar.

♡ Melissa

Após chegar em casa faço um lanche e quando vou para a sala sentando no sofá. No centro de mesa vejo que tem uma carta direcionada a mim então abro e vejo que é do meu pai. Dentro encontro um cartão de crédito e um bilhete.

De: Gabriel Ventura
"Vou viajar por seis meses. No cartão de crédito tem dinheiro pra comprar o que quiser"

Seis meses?! O que meu pai está pensando?! Eu sou filha dele! Desde que minha mãe morreu ele nunca mais me direcionou a palavra.
Começo a chorar, querendo que toda minha dor saia junto as lágrimas.
Corro para o quarto e abro meu banheiro. Preciso conter essa angústia.
Pego meu remédio contra ansiedade e tomo cinco de uma só vez.
Deito mas não adianta.
Vou até a cozinha e começo a andar de um lado para o outro e então vejo a faca. Fazia tanto tempo que não fazia isso. Me aproximo e a pego.
Começo a passar a faca bem devagar pelo pulso.
O sangue começa a surgir.
A ardência.
A dor.
Aperto com mais força.
Quando faço uma sequência de cortes vou até o quarto, pego o álcool e jogo no braço.
Grito de dor.
Até desmaiar.

♡ Eithan

Chego a festa e já está lotado. Quando entro na casa Tony está agarrado com uma morena dançando e pelo visto já está bêbado.
- Oi Eithanzinho. ( Sara se aproxima de mim com um vestido muito justo)
- Oi Sara.
Ela me cumprimenta com um beijo e agarra meu braço.
- Vem comigo.
Ela me leva até as cadeiras perto da piscina.
- Eithan eu preciso te falar uma coisa. É que desde a muito tempo eu venho tentando chamar sua atenção. Eu estou completamente apaixonada por você. Sei que você deve achar que eu sou uma..uma garota fácil mas não é verdade.
- Eu não acho isso Sara.
- Que bom Eithan.
Sara senta nas minhas pernas e passa a mão pelo meu cabelo.
- Eu te acho tão lindo.
E então me beija.
- Ah Eithan.
E continuamos ali a noite toda.

By: Thamyres Rocha – (86) 995665778
OlhosDeEstrelas
Enviado por OlhosDeEstrelas em 10/02/2020
Código do texto: T6862555
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
OlhosDeEstrelas
Esperantina - Piauí - Brasil, 18 anos
1 textos (14 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/02/20 22:18)
OlhosDeEstrelas