Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUZ E ESCURIDÃO Cap4

VERDADES TEM QUE SER DITAS

- Espera um pouco, essa pessoa que está por trás de toda essa tragédia que nos aflige é seu irmão? – interrompeu Pérceu...
 
 - Isso mesmo, mas, nem sempre ele foi assim, mas, vocês não precisam se preocupar com isso agora.
 
- Como não? - indagou Leviatã - Lucian você está nos pedindo para lutarmos contra o seu irmão que pelo que você disse já nasceu mal, sem dar mais informações e quer que confiemos em você?
 
- Eu te entendo jovem Leviatã, mas, estamos sem tempo para mais explicações, sinto muito.

- Tá, mas, só eu acho estranho eles terem mais de mil anos? indagou Azzil

CALA A BOCA PIRRALHO (gritaram todos).

-  Tá bom! não está mais aqui quem falou.

- Sem mais delongas preciso que vocês formem um círculo, vou precisar dar a vocês um pouco do meu poder, para que possam enfrentar Obscurion. - disse Lucian com uma feição preocupada.
 
- Lucian! o que você está escondendo de nós? - falou com voz firme Leviatã - por favor já não é segredo que ao entrar lá ninguém sobrevive, o que você não está falando.
 
- Certo! então aproxime-se todos que eu mostrarei a vocês. disse Lucian com voz embargada.

Todos se aproximaram e como num passe de mágica eles puderam ver tudo o'que aconteceria ao adentrar a escuridão feita por Obscurion, logo sentiram como uma mão quente em seus ombros era uma sensação boa até, mas não durou muito e eles sentiram uma dor imensa e tudo ficou escuro, quando deram conta de si estavam todos caídos no chão e Lucian estava a espera deles, mas, algo estava diferente , algo tinha mudado em seus corpos e em seus sentimentos com relação a missão que logo enfrentariam.
Ao recobrarem a consciência, Lucian os explicou o que havia acontecido. Eles sofreram um apagão para que a magia pudesse se tornar um com eles, mas, o tempo que eles tinham não era muito porque seus corpos não eram compatíveis com o poder de Lucian e assim todos sofreriam os danos colaterais, que era a perda de memória total de quem são e suas almas não descansaram até o dia em que eles encontrariam outro hospedeiro que fosse adequado e suportasse o poder que a eles foram dados.
-Lucian, isso que nós vimos realmente é o que vai acontecer? - perguntou Gregório.

- O futuro é incerto e a várias vertentes, tudo dependerá das escolhas que faremos. - respondeu o Mago.
E acrescentou dizendo [...] seus dons representam a força, a inteligência, a coragem, a visão e o coração, confiem em si próprio em em seus companheiros ou todos perecerão.

Sem mais delongas é hora de partir...

continua...
ERSA
Enviado por ERSA em 10/09/2020
Código do texto: T7059889
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
ERSA
Rosário do Catete - Sergipe - Brasil, 20 anos
7 textos (68 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 21:22)
ERSA