Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

“ às vezes no silencio da noite eu fico imaginando nós dois....”

Que bom que você lembrou dessa música. Estou com ela engasgada há anos....desde que eu tinha Peninha do meu Caê. Fiz até uma poesia pra você:

Talvez um dia, eu não ouça e nem esteja mais atrás da pilha de louça, quando você chegar atrasado, cantalorando essa droga de música que você sabe de cor mas não sabe du coeur, du coeur! Acorda amor!

 

“Quando a gente ama é claro que a gente cuida ...”

 

Talvez um dia eu não atenda quando você perguntar onde está a chave de fenda, a chave do carro, o maço de cigarros, a carteira, a furadeira, o celular e tudo mais que você larga em cima da geladeira, no balcão da cozinha ou na maldita mesinha da sala de estar.

 

“por que você me deixa tão solto? por que você não cola em mim?”

Um dia você vai chegar e sem olhar, sem me ver,  perguntar o que tem prá comer, entrar no  banheiro,  abrir o chuveiro, pedir a toalha de banho e vai achar muito estranho eu não responder...

 

“Eu tenho meus desejos e planos secretos”

 

Vai ser engraçado você pelado,  parado na frente do guarda-roupa  abrindo todas as  gavetas e se perguntando:  “mas onde é que esta louca guarda minhas cuecas?”

 

“Porque você me esquece e some?”

 

Sem se dar conta,  vai andar de uma ponta a outra do apartamento, me procurando, tentando lembrar onde me viu pela última vez:  “Talvez no tanque, ou seria na pia?  Não... isso foi noutro dia... Na mesa? Não tenho certeza... Já sei, deixei-a na cama, dormindo.... que dia é hoje? Domingo?  Essa não! Mas que droga!  Esqueci minha mulher na casa da sogra”

 

“Fala que me ama, só que é da boca pra fora. Ou você me engana ou não está madura...”

 

Mas que Peninha... você toca tão bem, mas não se toca do que diz, decora a letra sem entender a poesia, você só copia, copia e copia..

Mas que dó... você sola em sol, mas me trata como sombra... Olha aí Caê, você vai ter que mudar seu repertório porque eu to caindo fora.

" iê iê iê iê.... onde está você agora?"


Marilda Confortin
Enviado por Marilda Confortin em 22/06/2008
Código do texto: T1046475

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome de autor e link para www.marildaconfortin.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Marilda Confortin
Curitiba - Paraná - Brasil
85 textos (14911 leituras)
8 áudios (2975 audições)
3 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 03:25)
Marilda Confortin