Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU ACATO

(Dedicada a Alcione)

EU ACATO
(Ivan Siqueira)

Todo samba que eu canto devia ser triste
Pra falar do que passa no meu coração
De que vale o amor, isso aí não existe
E se existe é tão pobre, é só na canção!
Nós juramos amor e você prometeu
Você disse, eu te amo e serei sempre teu!

Cai a noite, eu me deito, me sinto mais triste,
Olho em volta e  procuro  por seu violão
Eu te lembro compondo, e a saudade insiste
Ela vem, me sufoca, e eu ouço a canção...
“Nós juramos amor e você prometeu
Você disse, eu te amo e serei sempre teu! “

Hoje, eu me encontro perdida, eu ando sozinha,
E se acaso uma boca me beija, não beija a minha,
Beija alguém que, sem vida, perdeu a razão...
Volta, eu desculpo você ser tão fraco
Eu esqueço essa dor,  dessa vez eu acato,
Pra viver eu preciso do seu coração,
Deixa essa vadia no meio da rua,
Vem pra casa, não vê que só eu que sou sua,
E eu preciso te dar  o meu perdão!

(Um dia, conheci a grande intérprete,  Alcione, e ela ouviu um samba de minha autoria e disse, muito bonito seu samba! E, grato, eu disse, mas vou fazer um para você! E ela disse: estou aguardando!)


Ivan Siqueira
Enviado por Ivan Siqueira em 14/05/2018
Código do texto: T6336259
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivan Siqueira
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil
36 textos (477 leituras)
2 áudios (32 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/05/18 20:25)
Ivan Siqueira