Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O cara que vendia cultura!

Não há originalidade, amor
A cultura da sociedade é aquela que
Vendemos sem valor
Para pagar um preço sem dinheiro
Para pagar um preço sem desejo

As propagandas tende a te influenciar querida
Despertar desejos de compra sem alegria
Naquilo que te falta no dia a dia
Meu amor, a propaganda é uma mentira!

Mas se você procura
Ainda que seja bandida
Saiba que eu vendo a cultura
A Cultura vendida

Eu vendo a cultura
Cultura vendida

Eu ganho meus amores no papo
Na cultura dos sem valores, desvalorizando o tato
Que eu compro quase sem perceber
Que eu compro não sentindo ter

E se a propaganda é a razão de sua falta querida
O que falta na lembrança é a vontade de esquecer a vida
Os momentos da infância nunca foram vistas
Meu amor, a propaganda é uma mentira!

Mas se você procura
Ainda que seja bandida
Saiba que eu vendo a cultura
A Cultura vendida

Eu vendo a cultura
Cultura vendida

Eu vendo e eu compro
revendo o meu sonho
Aquilo que era para ser de graça ao coração
Eu vendo ela para a cultura da próxima geração
Maycon Batestin
Enviado por Maycon Batestin em 01/09/2007
Código do texto: T633721
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maycon Batestin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
2645 textos (108287 leituras)
3 e-livros (207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 06:49)
Maycon Batestin