Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A canção de Fúria

E todos lucram sobre a minha fúria
A senhora inspiração e a dona loucura
E estou em dividas com as canções de amor

Todos os poemas são fatais em minha música
Uma senhora ignorância uma dona crua
E continuo sempre em dividas com as canções de amor

São as que me salvam de todos os meus sentimentos
As que me mostram o que de fato devo sentir
São as que eu nunca vi tocar em meu próprio confinamento

E todos os lucros da minha raiva são criticas
Senhora do ego dona hipocrisia
Mostra-me ao menos uma vez a canção de amor

Todas as palavras são fatais na poesia
Uma senhora verdade e uma dona mentira
Mostra-me ao menos uma vez a canção de amor

Que me salva de todos os meus sentimentos
Que me mostra o que eu devo sentir
A que eu nunca vi tocar nesse meu silêncio

E se são as canções de amor que devemos buscar
Por favor não cante aquilo que não quero escutar
Já basta as minhas fúrias para compor
Quero que seja pura a forma de falar sobre o amor
Maycon Batestin
Enviado por Maycon Batestin em 04/09/2007
Código do texto: T638229
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maycon Batestin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
2645 textos (108293 leituras)
3 e-livros (207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 15:25)
Maycon Batestin